terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

Eu gosto, mas...

...dá uma vergonha!

Sim, todo mundo tem aquela música que ama, sabe cantar inteirinha, talvez até uma coreografia, mas NUNCA admite em público, ou simplesmente se cala diante dos comentários. Ainda mais se o sujeito é (sou?) daqueles que gosta de rock, seja qual for a vertente, porque aí rola toda uma imagem que tem de ser mantida. E não tem que ser poser dos tempos do hard rock (vulgo "metal farofa"), com cabelão e jaqueta de couro, além de uma coisa de macho à Dee Snider (Twisted Sister), ou mesmo os pessoal do Kiss, que já traçou milhares de mulheres. Até quem se emociona com Belle & Sebastian tem dessas.

E o que há de errado? Nada! A gente pode, sim, amar ouvir AC/DC e se emocionar com as letras rasgadas do Thom Yorke, suspirar ouvindo músicas sobre o amor ou mesmo se revoltar contra o sistema embalado por Dead Kennedys, mas sempre temos nossos "pecados" musicais. Eu tenho, tu tens, nós temos. Faço aqui um Top 5 mais do que merecido: "Músicas Que Ouço, Mas Tenho Vergonha".

1. Reginaldo Rossi - "Garçom"
2. Spice Girls - "Say You'll Be There"
3. Leandro & Leonardo - "Um Sonhador"
4. Fábio Jr. - "Só Você"
5. Bryan Adams - "Have You Ever Really Loved a Woman?"

Sem explicações, porque ficaria longo. E daí que o Bryan Adams tem a primeira música que eu consegui ouvir e tirar a letra? Não tem problema. O fato é que eu gosto, canto, tenho vergonha, mas admito.

E aí, você tem vergonha de quê?

8 comentários:

Alessandra disse...

Bom, a minha lista:

1 - Fergalicious - Fergie
2 - Não Aprendi Dizer Adeus - L&L
3 - Bandolis - Oswaldo Montenegro
4 - Pagode da Amarelinha - Art Popular
5 - We Are The World

Além desses vexames, tenho um gosto constrangedor por música de mariachis.

anna carol disse...

morro de vergonha de gostar do bon jovi. mas, tipo, eu canto i'll be there (alto, muito alto) mesmo assim.

Dani disse...

Negócio é o seguinte... sei lá de onde vc tirou isso de "metal farofa". Senti que foi pra mim, mas vou ignorar. Sim! Porque eu gosto de Kiss mesmo o Paul Stanley sendo mais mulher que eu. Sim, porque eu tenho alguns posteres de banda dentro do meu armário, além de um do Kevin Costner. Sim, porque eu toco bateria imaginária. Sim, porque eu curto um funk do pior (mas não vou até o chão como vc!). Sim, porque eu já chorei num show do Zezé Di Carmargo (essa vc não sabia e do Menudo é muito óbvio, haha). Sim, porque um dia nós vamos no Villa Country cantar aos berros com o Bruno e o Marrone.
Mas você tem toda a razão. Quem não tem um pecado musical que atire a primeira pedra, e tonto de quem não tiver. Como diria sua nova amiga, a Pitty, o imporante é ser você mesmo que seja bizarro!

Thais disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Eu defendo isso como "podre musical"... Bon Jovi, Roberto Carlos, Fagner, Fábio Junior, Oswaldo Montenegro têm lugar garantido na minha lista! rsrsrs...
Ai ai... Mas olha, nunca tive vergonha de falar não! rs... Vergonha é matar e roubar e não amar! (aff! que brega essa...)

Lívia disse...

Bom, eu gosto das Spice Girls. Ainda.
E da Bitney.
E da Beyoncé.
Na verdade, meu playlist é um pop muito do descarado num geral.
Mas vou fazer o que?

Juliana disse...

Quando tem festa brasileira aqui em Aspen eu vou e canto todas, amarradona. As classicas, Poeira, Chiclete com Banana, tudo. Mas, claro, tem o fator de estar fora do pais, e sabe como eh. Tambem gosto de forro, bastante. E funk as vezes eh divertido, mas em grandes quantidades irrita. Agora, sertanejo me desculpe mas nao rola.
Mas, claro, continuo escutando o bom e velho. Ainda amo Belle and Sebastian, meu ringtone eh Modest Mouse e por ai vai. Alias, fui num showzinho punk do Guttermouth (conhece?) aqui esses dias. Hilario, os caras foram expulsos por chamar o povo de Aspen de esnobe e materialista e acabaram nao tocando a minha musica preferida (Vacation).
Spice Girls se bobear eu ainda sei cantar tudo, desde os tempos de Peanuts (Say you'll be there foi a primeira musica que eu aprendi la).
Ah, e fui no show do Black Eyed Peas em Floripa ano passado. Cantei todas.

Isabelle disse...

Aff! Admito com todos os culhões que mamãe me deu que amo Sidney Magal de paixão.
E mais, era apaixonadíssima pelo Fábio Jr - quem não quer achar a sua metade da laranja??
E continua... Jacksons five até White & White(sic); fio de cabelo; Diana; Boemia e Meu vício é você de Nelson Gonçalves!!!
A lista é longa... é uma espécie de saudodsismo sim de quem não quer esquecer o auge dos tempos memoráveis... Mas se não é para rir de si mesmo - e dos amigos bregas - que sentido tem a vida?

Fabi disse...

Opa, a lista é loooonga!
Vou fazer um top 5 nacional, pode ser?

1-) Fagner - Borbulhas de Amor
2-) Claudinho e Bochecha - Quero te encontrar
3-) Fagner - Deslizes
4-) Dejavu - Jogar as chaves
5-) Hoje eu quero te amar - Zezé di Camargo e Luciano

Beijo, beijo e beijo!