terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Do Anonimato

"But of all these friends and lovers
There is no one compares with you"

-- porque sempre toca Beatles, e In My Life é das minhas favoritas. Espero que toque é cada vez mais.

* * *

Diz o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa sobre o verbete anônimo:

Datação
1652 cf. DA

Acepções
adjetivo
1 que não tem o nome ou a assinatura do criador; sem autoria
Ex.:
adjetivo e substantivo masculino
2 que ou aquele que não revela o seu nome
Ex.:
3 que ou o que é obscuro, desconhecido; que ou o que não tem nome ou renome
Ex.: <é um a. qualquer>

Eu, por minha vez, nunca fui muito chegado em fazer isso, sabe? Acho que fazer comentários anônimos, postagens anônimas, ofensas anônimas nunca foi uma coisa legal, porque quando eu quero elogiar, criticar ou xingar, faço isso na cara mesmo. Acredito que declarações até que são aceitáveis, porque nunca é fácil, mas daí a xingar... bom, que seja no tête-à-tête, mas tem que ser dito na cara. Eu prefiro fazer e ser feito assim.

Acho que o recado foi dado mas, sinceramente... vou deixar os recados anônimos aqui, e a possibilidade de que eles sejam feitos. Assim, quem me chamou de "estúpido" outro dia, ou mesmo disse pra outro anônimo que ficar do meu lado é "waste your time" possa continuar com isso. Chega a me divertir, especialmente porque eu tenho quase certeza de saber quem é essa pessoa.

A etimologia da palavra tem um quê de "sem glória", e vem bem ao caso.

4 comentários:

Aline disse...

Interessante... especialmente dado que um "anônimo" também tentou tirar uma com a minha cara ultimamente. Mas, dear, existe sempre o famoso comando ctrl+F para esses momentos. Toca o "foda-se".

rmiya disse...

Jura que isso tá acontecendo mesmo?
Assim como você, eu prefiro ser chamada de grossa do que de covarde.

Mas gosto não se discute, se lamenta.

Maria do Céu disse...

Não sei da situação, menos ainda dos envolvidos, mas minha opinião é que ninguém é 100% culpado ou inocente, não há luz sem escuridão. Vendo totalmente de fora, este post soou piegas e, tão pouco, pode-se afirmar que é a mesma pessoa. Apenas sei o nome do dono deste blog, que havia me chamado atenção pela qualidade dos textos. Desculpe.

Paulo Tiago disse...

Pois é, Maria. Pior é que ter que escrever post assim, porque pelo menos por e-mail era direto, sem ataques bobos assim.