sábado, 5 de abril de 2008

Pegou, hã hã?

"As weak we move, I'll feed you light, baby
May our bodies remain
Oh yeah in history, I'll treat you right, baby
I'm honest that way, hey"

-- Public Pervert, do sempre bom Interpol


* * *


Tem gente que morre de vergonha quando pensa em sacanagem, ou mesmo solta uns palavrões. Piada de duplo sentido, então, nem pensar, menina atrevida! E o pior é que quando a gente faz uma perto dessa pessoa, todo mundo ri e ela fica lá com aquela cara de "não entendi", até que alguém tenha que explicar a piada, e daí fica muito chato, perde completamente a graça.

Eu tenho a mente suja, e não nego isso. Bem diferente do cara de 18 anos que ficava roxo porque uma menina falava que tava de moicano e olhava pra baixo, pra si mesmo. Lá pra você-sabe-onde. Claro que na época tive um grande "mestre", um teacher que era literalmente o dobro do que é hoje, ainda que seu tamanho pra mim nunca tenha diminuído. Penso em besteira a cada 5 minutos, e consigo ver um lado sujo em coisas ditas o mais inocentemente possível. Só saí, aliás, da comunidade disso do orkut por conta dos meus alunos... ou não? Nem lembro. Enfim, o lance é que eu fico com piadas na boca, penso pelo menos no dobro das que eu falo, e a coisa é meio incontrolável. E nem sempre tem a ver com sexo, mas como resistir pedir pra ver a palma da mão quando a pessoa fala que tá com o joelho doendo? E quando falam "a gente mora em quatro"?

O foda (oh!, palavrão!) é que tem horas que a coisa passa do limite. Daí, mesmo qualquer coisa tipo "introdução" ou mesmo a frase "vou sentar um pouco" te fazem pensar em coisa feia. Claro que isso é em dias de Homem-Aranha (leia-se "subindo pelas paredes"), ou da pá virada, ou quando rola bebida no meio, ainda que algumas pessoas não sofram desse mal etílico. Mas nada pior pra ativar seu lado sacana do que uma pessoa, fato. No meu caso algumas, e isso não é necessariamente ligado ao fato de que vocês (a gente?) já se pegaram, mas simplesmente acontece. Uma das pessoas, no meu caso, supera qualquer limite, porque QUALQUER conversa passa a ter um quê de sacanagem, por mais boba que ela seja... é uma coisa incrível! Semana passada, tomando café da manhã, acontecia de ser um comentário > um olhar > uma risadinha e pronto! Já tinha besteira no meio (ui!). Sempre foi assim, e desconfio que desde ano passado meu nível de besteiras subiu, e bastante.

E qual o problema nisso? Te digo, chega ae.

Nenhum.

Absolutamente nenhum. Todo mundo é feito de carne e osso, e eu sempre fui da turma dos que acha que se tá a fim tem mais é que fazer mesmo, e pensar não mata ninguém. Tudo bem que na Igreja a gente fala que pecou por "pensamentos e palavras, atos e omissões", mas pensar em besteira não é nada de mais; não sou católico tão fervoroso assim. Ainda assim, minha mente funciona a mil, e eu sou pervetido nesse sentido, não no de tentar coisas bizarras demais. Quando alguém, aliás, me chama disso por conta das piadinhas maliciosas e das besteiras que eu penso, meio que levo a coisa como um elogio, especialmente pelo fato de que eu não tenho vergonha de admitir a coisa. Óbvio que não é com qualquer pessoa, por favor.

Vamos fazer um teste pra medir o seu nível de "perversão"? Vou postar uma foto aqui, que graças ao Tobias - suíço muito gente boa e que pensa tanta besteira quanto eu - existe. Na real, a gente nem viu na hora, mas foi olhar no computador pra - pimba! - batermos o olho e darmos risada. Diz aí, o que você vê de mais nessa foto?


Pode deixar postado aqui o que você pensou, e depois eu posto a resposta. Se você não conseguir ver nada, mas nada mesmo... que tristeza, credo. Daí só falta falar que nem na música do Interpol você conseguiu pegar um duplo sentido.

Fato é que se o sujeito não consegue pegar essas coisas, não tem jeito. Nenhuma porra vai fazer milagre, até porque é uma dureza essa situação. Não muda, nem fodendo. Aproveito e faço um pedido: tem umas frutas na foto. Pica pra mim, por favor?

* * *

Toby, what can you see in that picture? It's for you, dude! hahahaha

7 comentários:

Alessandra disse...

Eu não entendi a foto, tio Paulo!! Explica?? ():-)

toby disse...

i see a penis.

sergioguilherme disse...

HAHAHAHAHAHAHAHA adorei a minha citação... Então sou professor de sacanagem??? hahahahahahha

Renata disse...

Você anda pelas feiras e mercados modificando a disposição dos hortifrutis para causar constrangimento nos antigos consumidores assíduos e que odeiam palavrão?

E aquilo é um kiwi gigante? Não sabia que vc era chegado em apalpar coisas peludas por aí... hahaha

Paulo Tiago disse...

Não é um kiwi, Rê... na real, nem lembro o que era. Mas juro que eu não mexi!

Ligia disse...

Tem gente que morre de vergonha??? Acho que já perdi as contas de quantas vezes vi uma certa pessoa ficar roxa...

AdrenAline disse...

Aproveitando a deixa do Matt Nathanson do outro post, acho que não há nada subliminar na foto, tanto quanto não há nada demais em "I see angels and devils and God when you... come on... hold on... hold on..." ;)