quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Ano Letivo

Já disse Fernando Pessoa:

"Sou o intervalo entre o meu desejo e aquilo que os desejos dos outros fizeram de mim. Frequentemente as escolas esmagam os desejos das crianças com os desejos dos outros que lhes são impostos. O programa da escola, aquela série de saberes que as professoras tentam ensinar, representa os desejos de um outro, que não a criança. Talvez um burocrata que pouco entende dos desejos das crianças. É preciso que as escolas ensinem as crianças a tomar consciência dos seus sonhos!"

A escolas a ponto de voltar, recomeçam as discussões, e as boas intenções e esperanças afloram. Parece que dessa vez vai, sempre.

Seja o que Deus quiser.

3 comentários:

anna disse...

concordo em gênero, número e (de)grau.

anna disse...

ah, sim, claro...
http://annapaula.wordpress.com

Dani disse...

É curioso como um início de ano, letivo ou não, se assemelha ao início do ano de cada um (independente do signo sob o qual você nasceu).

Planos são sempre traçados, promessas são feitas (ou desfeitas), leva-se um tombo ou mais durante o percurso... Na verdade, não importa tanto seu desempenho, visto que há coisas que fogem um tanto do nosso querer. O importante é o sempre depois do Parece que dessa vez vai, e vai.

Na torcida pelo seu ano letivo (seja na condição de aluno ou professor), te mando muitos beijos.